Otimizando seu negócio?

Covid-19: prevenção nas ruas e na economia

Covid-19: prevenção nas ruas e na economia

Brasil está em alerta sobre a pandemia do coronavírus (Covid-19) e Ministério da Economia adota medidas de emergência

 

Sobre o Coronavírus

Em 31 de dezembro do ano passado (2019), a Organização Mundial da Saúde revelou que mais de duas dezenas de casos de pneumonia, de origem desconhecida, foram detectados na cidade chinesa de Wuhan – província de Hubei lá na China.

A situação evoluiu e, em 15 de janeiro deste ano (2020), a China divulgou informações para a diretora-geral da Saúde de que o “surto estava contido e que uma eventual propagação em massa não era uma hipótese no momento para ser equacionada”.

Foi então que em 21 de janeiro, surgiu o primeiro caso de Covid-19 fora da província chinesa – caso foi registrado nos Estados Unidos, em uma pessoa que havia regressado de Wuhan.

A partir daí a situação se agravou e a OMS decretou pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

No Brasil

Até a publicação deste artigo, foram confirmados 321 casos de contaminação,1 registro de óbito e um caso de recuperação.

Para evitar propagação do vírus, escolas, universidades e estabelecimentos estão fechados para evitar aglomerações. Além disso, empresas de diversos setores estão aderindo ao home office para garantir o funcionamento operacional e manter a saúde do quadro de funcionários.

 

Reflexo na Economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou ontem (16 de março) um conjunto de ações para equilibrar o setor econômico do país diante do desafio global acerca do Coronavírus. Pagamento de FGTS e suspensão de alguns impostos – por 90 dias -, estão dentre as medidas apontadas.

Ações

  • O setor empresarial poderá postergar, em até 90 dias, o pagamento do Simples Nacional e FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para trabalhadores do Brasil;
  • Aposentados e pensionistas terão duas parcelas do 13º antecipadas;
  • Governo irá liberar cerca de R$3 bilhões para o Bolsa Família.

Impacto

  • Adiamento do prazo de FGTS (90 dias): resultado de R$30 bilhões;
  • Adiamento Simples Nacional (90 dias): aproximadamente 22,2 bilhões.

É válido lembrar que o momento requer atenção e medidas preventivas devem ser adotadas – sejam elas no âmbito social ou econômico.

Pós-carnaval e o leão bate à porta

Pós-carnaval e o leão bate à porta

Empresas e bancos de todo o país devem encaminhar até sexta-feira (28) os comprovantes de rendimentos referentes a 2019.  Os informes são necessários para declaração de Imposto de Renda 2020, que terá início na próxima segunda-feira, 02 de março, e vai até 30 de abril.

Afinal de Contas, quem deve declarar e como é feita a elaborações do IR 2020?

 A Receita Federal liberou na última quinta-feira (20) o download do programa para elaboração do IR 2020. Além de utilizar o App por via de dispositivos móveis (tais como tablets e smartfones) , os declarantes podem encaminhar as informações através do computador  - por meio do PGD IRPF 2020 – ou mediante acesso ao serviço “Meu Imposto de Renda”, disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) no site da Receita, com uso de Certificado Digital.

Devem declarar:

- Pessoas físicas residentes no Brasil que, em 2019: tiveram, em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00 (trezentos mil reais);

- Obtiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

A obrigatoriedade também se aplica à:

- Os que receberam rendimentos tributáveis, sujeitos ao ajuste na declaração, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70 (vinte e oito mil, quinhentos e cinquenta e nove reais e setenta centavos) e, em relação à atividade rural, obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 (cento e quarenta e dois mil, setecentos e noventa e oito reais e cinquenta centavos);

- Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00 (quarenta mil reais);

É válido lembrar que o prazo é curto e envio antecipado das informações pode agilizar o processo de restituição do Imposto de Renda.

Clique no bate-papo ao vivo, à sua direta, e solicite o auxilio de nossa equipe para facilitar a declaração do IR pra você.

Image

Endereço

Avenida T-63
Ed New World
08º andar - Salas 816 e 817
Goiânia / GO

Contatos

(62) 3121-2828

contato@consubra.com.br